December 7, 2019
  • 11:32 am O que é proteína C Reativa? Valores de referência e mais
  • 6:42 pm Megalizz FUNCIONA? ONDE COMPRAR? [VEJA A VERDADE….

A PCR, popularmente conhecida como Proteína C Reativa, é uma substância produzida naturalmente pelo fígado, sendo encontrada em quantidade baixa no sangue, em situações normais.

Mas, quando o organismo está enfrentando um processo infeccioso ou inflamatório, a quantidade de PCR excretada pelo fígado é maior e, consequentemente, a presença dessa proteína no sangue é grande.

Por isso, o exame Proteína C Reativa é um dos mais solicitados pelos médicos, seja em consultas de rotina, checkup ou para auxílio no diagnóstico de doenças. A finalidade desse teste é verificar os níveis de PCR no organismo, para saber se há algum problema de saúde.

Fez o teste de Proteína C Reativa e quer saber como interpretá-lo? Então, veja, aqui, os valores de referência dessa proteína, a fim de entender o exame, bem como demais informações importantes sobre a PCR!

Valor de referência da Proteína C Reativa

De modo geral, uma pessoa é considerada livre de infecção ou inflamação se o resultado do exame for até 3 mg/L de PCR no sangue. Acima disso, certamente há alguma enfermidade.

O que determinará o grau da infecção ou inflamação é quantidade de PCR no sangue. Quanto maior for, mais grave será a doença enfrentada, sendo necessário realizar outros exames, para identificar pontualmente qual problema acometeu o paciente.

Como entender o exame de Proteína C Reativa

É fácil entender o resultado do teste de Proteína C Reativa, que traz o valor de referência considerado saudável e o que foi obtido no exame, para que seja feita uma comparação pelo médico. O valor de PCR pode ser interpretado da seguinte forma:

  • Até 3 mg/L: organismo saudável;
  • De 3 a 10 mg/L: presença de infecções ou inflamações leves;
  • De 10 a 40 mg/L: presença de infecção ou inflamação grave;
  • De 40 a 200 mg/L: infecção bacteriana;
  • Acima de 200 mg/L: septicemia (quadro infeccioso generalizado, com presença de bactérias na corrente sanguínea que é extremamente perigosa).

Independentemente de qual seja o resultado do exame, é sempre importante apresentá-lo ao seu médico e aguardar a análise do profissional, que é a pessoa habilitada para interpretar, com maior precisão, o caso de cada paciente.

Proteína C Reativa alta – o que pode ser?

O resultado de Proteína C Reativa alta pode indicar desde doenças comuns e simples de serem curadas, até algo mais complexo, que exige um tratamento mais robusto e intenso. Entre as principais enfermidades estão:

  • Gripes e resfriados;
  • Gengivite;
  • Apendicite;
  • Catapora;
  • Artrite reumatoide;
  • Inflamação intestinal;
  • Infecção bacteriana;
  • Pancreatite;
  • Tuberculose;
  • AVC;
  • Infarto do miocárdio;
  • Infecção respiratória;
  • Catapora.

Só há como saber exatamente qual doença acomete o organismo após uma análise detalhada do médico, que considerará sintomas do paciente e indicará a realização de outros exames de diagnóstico, para somente depois recomendar o tratamento adequado.

Proteína C Reativa Ultrassensível

Além do exame tradicional de PCR, existe outro que, também, é bastante solicitado por médicos, especialmente o cardiologista ou angiologista: o de Proteína C Reativa Ultrassensível.

Trata-se de uma versão alternativa do teste, tendo como foco avaliar o risco de o paciente ter doenças/problemas cardiovasculares, por exemplo, um AVC ou infarto do miocárdio.

O diferencial desse exame é que ele, geralmente, é feito quando a pessoa é saudável, ou seja, não apresenta sintomas de infecção ou inflamação, conseguindo detectar com maior precisão a quantidade de PCR no sangue.

Curiosamente, a interpretação desse teste é feita de maneira diferente, já que o que se observa é o risco da doença. Neste caso, é possível entender a análise de PCR ultrassensível do seguinte modo:

  • Resultado menor que 1 mg/L: baixo risco de problemas cardiovasculares;
  • Resultado entre 1 a 3 mg/L: risco médio de problemas cardiovasculares;
  • Resultado maior que 3 mg/L: risco elevado de enfrentar problemas cardiovasculares.

Um dos benefícios do exame é que ele permite que o paciente saiba, de maneira antecipada, sua maior propensão às doenças cardiovasculares, podendo adotar hábitos de vida saudáveis, que ajudarão a evitar esses problemas de saúde, aumentando sua qualidade e expectativa de vida.

Sintomas da Proteína C Reativa alta

Os sintomas de Proteína C Reativa alta são os mesmos enfrentados por quem possui alguma infecção ou inflamação. Por isso, pessoas com PCR elevada, geralmente, apresentam:

  • Dor difusa ou pontual;
  • Cólica;
  • Febre;
  • Náusea e vômito;
  • Arritmia cardíaca;
  • Fadiga;
  • Tosse.
Bob News